Zendaya cobre Vogue: “As minhas tias eram Black Panthers. Afros, todas as nove.”

Em 25 Junho, 2017

Zendaya é a rapariga da revista Vogue Magazine de julho. As fotos são adoráveis ​​e interessantes, e sempre é bom ver uma jovem mulher de cor na capa da Vogue. Zendaya está a promover “Spider-Man: Homecoming”, a terceira tentativa da franquia nos últimos quinze anos. Ainda não tenho ideia de por que precisamos desses filmes todos do Spider-Man, mas com certeza fico feliz que o tipo de interesse de Peter Parker no filme possa ser a Zendaya. De qualquer forma, esta peça da Vogue é uma leitura estranha. A escritora Abby Aguirre não cita Zendaya na parte do artigo, mas sim as citações do pai de Zendaya. Os pais de Zendaya são pais do palco, e ela os apoia financeiramente, um fato que ainda me deixa muito nervosa para Zendaya. De qualquer forma, podes ler a peça completa aqui. Alguns destaques:

Negociar o seu próprio nome com a Disney:

“Muitas pessoas não percebem o seu poder. Eu tenho tantos amigos que dizem sim a tudo ou sentem que não podem se defender numa situação. Não: tu tens o poder.”

Sua reação aos comentários de Giuliana Rancic sobre seus dreadlocks:

“Eu fui ao meu quarto, reuni os meus pensamentos e escrevi algo, o que os dois professores quiseram que eu fizesse”.

Ela nasceu e cresceu em Oakland, com a reunião de Black Panthers na sua cave:

“Minhas tias eram Black Panthers. Afros, todas as nove”.

Ela recentemente acabou com o seu primeiro namorado:

“Foi o meu primeiro amor. Não foi um bom final. Não houve relações desde então”, mas ela está a seguir em frente. “Sabes que estás bem em um término quando o teu primeiro pensamento não é, ‘o que é que eu fiz de errado?’. É, ‘essa foi a decisão mais tonta da tua vida, e tu vais te arrepender para sempre”.

 


(Carregue para aumentar)

 

Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *