Emily Ratajkowski: “Realmente incomoda-me que as pessoas fiquem tão ofendidas por peitos”

Em 11 Agosto, 2017

Eu tenho uma angústia surpreendente sobre Emily Ratajkowski. Eu não acho que ela esteja certa ou errada sobre as coisas. Eu acho que muito do que ela diz provavelmente seria considerado menos controverso se saísse da boca de Gloria Steinem. Eu não acho que Emily é uma “má feminista” por ser sexualmente positiva e ter uma sexualidade aberta. Mas também acho que ela precisa acalmar-se um pouco com as selfies meio nuas. Pode postar selfies meio nua e ser feminista, sem problema. Mas não é postar selfies meio nua e depois dar entrevistas sobre como as pessoas te objetivam ou te sexualizam. Então, como disse, tenho alguma angústia. Emily cobre a última edição de Allure, e pode ler a peça completa aqui.Alguns destaques:

Ela não é tímida em relação ao seu corpo:

“Realmente incomoda-me que as pessoas fiquem tão ofendidas por peitos … Foi quando percebi como a nossa cultura é lixada. Quando vemos peitos, não pensamos em beleza e feminilidade. Pensamos em imagens vulgares e sexualizadas “.

Ela está bem da forma que tu a identificas:

“Quero que as garotas vejam que podem ser o que quiserem. Sejam tão específicas quanto quiserem. Podes gostar desta coisa e daquilo, e não precisas sentir que o mundo não vai te entender”.

O olhar masculino e o poder vestir sexy:

“Para mim, qualquer expressão que é habilitada e sua própria como mulher é feminista. Se uma mulher decide se vestir sexy, isso não significa que ela não é feminista. [Nós] devemos fazer coisas por nós mesmas. Se essa é a escolha da mulher, e isso faz com que ela se sinta bem, então isso é ótimo. Bom para ela.”

Se ela se “veste sexy” como um sintoma de um sistema patriarcal:

“Eu encontrei a minha sexualidade e a minha identidade. Eu encontrei o poder através disso “, diz ela.


(Carregue para aumentar)
Loading...

Tomatadas relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *