Christy Turlington: “As mulheres têm de ver a irmandade na maternindade”

Em 11 Abril, 2015

Christy Turlington é a fundadora e a cara da Every Mother Counts, uma organização “dedicada a sensibilizar pessoas para os problemas e complicações que as mulheres têm durante a gravidez e o parto”. Christy Turlington fala disso na sua entrevista com a Revista Red.

 

Porquê de ela fundar o Every Mother Counts:
“Eu passei por complicações depois de ter a minha filha Grace, e acho que a minha próprio experiência com a concepção trouxe-me uma epifania.Apercebi-me da sorte que tive, poque muitas mulheres não têm a escolha de decidir quando ficam grávidas. Não podem escolher quantos filhos têm.”

 

A taxa de mortalidade de mulheres que dão à luz:
“Se tenho um objectivo, é o de sensibilizar tantas pessoas quanto possível que isto é um problema de todas as mulheres. Por exemplo, é chocante, mas os Estadus Unidos são um de oito países no mundo em que as taxas de mortalidade de mulheres que dão à luz estão a subir.”

 

Irmandade:
“Eu acho que o mais importante é as mulheres verem a irmandade na maternidade. Irmandade em ser-se mulher. É a capacidade de dar à luz que nos une, mais que a experiência em si. Trata-se de estarmos lá umas para as outras.”

.


(Carregue para aumentar)
Loading...

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

- Comentários da responsabilidade dos seus autores -

Powered by: Wordpress